Companhia de artes apresenta musical sobre Santa Dulce dos Pobres

Depois de viajar por várias épocas e países ao redor do mundo para contar as histórias de grandes santos como São Francisco de Assis, Santa Clara, Santa Tereza, Santo Agostinho e tantos outros, em 2021, a Companhia de Artes Ruah apresenta o musical O GRITO DOS OPRIMIDOS, sendo o primeiro inspirado numa santa brasileira.

Este ano, a Cia traz para o público de Imperatriz e região, a história de Santa Dulce dos Pobres. Filha de Augusto Lopes Pontes e Dulce Maria de Souza Brito Lopes, a baiana Maria Rita de Souza Brito Lopes Pontes nasceu em 1914 em Salvador. Ao tornar-se religiosa na Congregação das Irmãs Missionárias da Imaculada Conceição da Mãe de Deus, passou a ser chamada de Irmã Dulce, em homenagem a sua mãe. A freira era popularmente conhecida como o “Anjo bom da Bahia”.

O Diretor Geral, Victor Sabbag, conta de quem foi a ideia de trazer Santa Dulce como inspiração nestes tempos atuais de pós pandemia. “O musical deste ano foi uma sugestão de nosso bispo, Dom Vilsom Basso. Trazer para o palco a história de uma santa brasileira é contar também a história do nosso país com seus costumes, moda, arte. Inclusive, acredito que seja muito providencial trazer Santa Dulce e toda a caridade que permeia sua história para o público que, como cada um de nós, sofreu e ainda sofre as consequências desse tempo de pandemia”, comenta.


Anjo bom da Bahia

Irmã Dulce era conhecida pelas ruas do centro de Salvador por viver buscando doações para os pobres e doentes. Em 1949 improvisou, no galinheiro do convento, um abrigo para acolher os doentes que resgatava nas ruas de Salvador. Na década de 60 foi fundado o Hospital Santo Antônio, coração das Obras Sociais de Irmã Dulce. Ela foi internada com problemas respiratórios em 1990 e faleceu dois anos depois, em sua casa, no Convento Santo Antônio.

Beatificada em 2011 numa celebração que reuniu mais de 70 mil fiéis e canonizada dia 13 de outubro de 2019 no Vaticano, a religiosa foi proclamada pelo Papa Francisco como “Santa Dulce dos Pobres”, tornando-se a primeira santa brasileira.

Maiores informações

O espetáculo fica em cartaz nos dias 19, 20 e 21 de novembro no teatro Ferreira Gullar. Para garantir seu lugar na plateia do teatro Ferreira Gullar, acesse o site www.baladapp.com.br e adquira seu ingresso por apenas R$ 20,00 (Inteiro) e R$ 10,00 (Meia entrada). Confira o dia e os horários das sessões.

Sexta-Feira (19/11) – 20h
Sábado (20/11) – 19h e 21h
Domingo (21/11) – 19h e 21h

Por Assessoria de Imprensa da Companhia de Artes Ruah.

Veja Também

CNBB divulga nota em que reprova iniciativa do governo federal de flexibilização do aborto

A Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB) divulgou na manhã desta quarta-feira, 18 de janeiro, uma nota na qual…

CNBB divulga nota em que reprova iniciativa do governo federal de flexibilização do aborto

Sínodo da Diocese De Imperatriz: Por uma Igreja sinodal de comunhão, participação e missão

Na Solenidade da Epifania do Senhor, a Diocese de Imperatriz, em comunhão com o Papa Francisco, que convocou o Sínodo…

Sínodo da Diocese De Imperatriz: Por uma Igreja sinodal de comunhão, participação e missão

CNBB condena os ataques criminosos ao estado democrático de direito, pede contenção e responsabilização no rigor da lei

A Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB), perplexa com as graves e violentas ocorrências em Brasília (DF), manifestou-se neste…

CNBB condena os ataques criminosos ao estado democrático de direito, pede contenção e responsabilização no rigor da lei